sexta-feira, 15 de junho de 2012



Algumas mudanças básicas precisam ser feitas logo no início de uma reeducação alimentar para redução de gordura corporal. Se você está com vontade de emagrecer ou aumentar sua definição muscular, precisará se organizar e se motivar para fazer algumas alterações necessárias. Um resultado mais rápido exige alguns cortes mais drásticos. Tome nota:
1-       Consuma refrigerantes e bebidas alcoólicas com menos freqüência. Ambos possuem alto valor calórico, o que facilita acúmulo de gordura corporal, então, se você tem o hábito de ingerir muito esses tipo de bebidas, terá que diminuir. O mesmo vale para milk-shakes, leite integral, vitaminas com muito açúcar, sucos cheios de açúcar, etc. O lema é: não beba calorias! Os refrigerantes diet/light também devem ser evitados, pois, apesar de não possuírem açúcar e calorias, continuam possuindo gás e sódio, o que dilata o abdômen e retém líquido;
2-       Finais de semana: ao exagerar na comida nesses 2 ou 3 dias, você coloca todo o plano da semana a perder! Então, não adianta seguir uma dieta correta e ao chegar nos finais de semana, comer o triplo. O corpo irá armazenar ainda mais calorias e gordura. Então, reduza as quantidades e evite os alimentos não-saudáveis;
3-      Não pule refeições! É um grande erro pensar que ficar muitas horas sem comer irá emagrecer! Pelo contrário, o metabolismo fica mais lento, você pode ter perda de massa magra e exagerar nas refeições que fizer. Então, fracione sua dieta e faça de 5-6 refeições pequenas ao dia;
4-      Não faça dietas radicais, do estilo: “Emagreça 10kg em 10 dias”, “Dieta do chá”, “Dieta do abacaxi”, etc. Esse tipo de alimentação causa desnutrição, perda de água, de massa magra, fraqueza, irritação e após uns dias, o peso eliminado volta com força total. Então, programe-se e entre num programa de reeducação alimentar;
5-      Evite frituras! Hoje em dia a maioria das pessoas tem o hábito de comer muitas frituras ao longo da semana, então, reduza qualquer tipo de alimento frito de seu cardápio;
6-      Reduza drasticamente o consumo de açúcar e industrializados com muito açúcar, gordura e sal. Eles são os principais vilões da “barriga” indesejável! O ideal é evitar alimentos do tipo: bolachas, salgadinhos, comida congelada, embutidos, balas, doces em barra, chocolate, bolos prontos, frios gordurosos e massas com molhos pesados;
7-      Pratique exercícios! Só assim para potencializar o resultado da queima de calorias, sentir-se mais bem humorado e aumentar sua auto-estima!
8-      Cuide do seu emocional. Na maioria dos casos de obesidade, compulsão alimentar ou outros distúrbios, a origem do problema é emocional (ansiedade, depressão, desmotivação, baixa auto-estima, etc.), então, procure uma forma de cuidar e melhorar o estado emocional;
9-      E por último: tenha paciência e não desanime. Nem sempre o resultado vem rápido como gostaríamos, porém, pense que você está no caminho certo para atingir seu objetivo ao mudar seus hábitos.
Essas são algumas diretrizes básicas para te ajudar na hora de melhorar sua alimentação, porém, se necessitar de um apoio maior ou individualização de cardápio, consulte um nutricionista.
Boa sorte!
Fonte:  ANutricionista.Com - Giovana Guido - CRN3 21630 -

3 comentários:

Gerliane Henriques disse...

ola gatona
muito boa essas dikas
obrigado
beijosss

Ívian Ferreira disse...

Isso com certeza ajuda muito. essas dicas são bem valiosas. Então é só colocá-las em prática. Querida, com o tempo, fazendo muito treino, se organizando, planejando, vc monta seu cardápio, faz refeições mais coloridas e balanceadas. Vc consegue sim, viu!!!! Bjsss

Mary disse...

Mudar de hábitos não é fácil pois são hábitos de uma vida inteira que tentamos transformar em alguns meses. Mas temos que ter a seguinte motivação: "hábitos novos= silhueta nova;hábitos antigos= silhueta antiga" e ir mudando aos poucos porque já diziam as nossas avós: "devagar se vai ao longe".
Fora, foco e meu muito obrigada a você, que me incentiva no blog e me faz refletir nos teus posts.

Ótimo sábado!